Trasgo: Ficção científica e fantasia #2

Trasgo: Ficção científica e fantasia #2 Best Read || [Rodrigo van Kampen Ana Lúcia Merege Victor Oliveira de Faria Jim Anotsu George Amaral Albarus Andreos Cristina Lasaitis Alex Leão] - Trasgo: Ficção científica e fantasia #2, Trasgo Fic o cient fica e fantasia Bem vindos revista Trasgo uma revista de contos de fic o cient fica e fantasia Queremos trazer os melhores contos em l ngua portuguesa de autores novos e consagrados Por que Trasgo Trasgo uma criatu
  • Title: Trasgo: Ficção científica e fantasia #2
  • Author: Rodrigo van Kampen Ana Lúcia Merege Victor Oliveira de Faria Jim Anotsu George Amaral Albarus Andreos Cristina Lasaitis Alex Leão
  • ISBN: -
  • Page: 181
  • Format: ebook

Trasgo: Ficção científica e fantasia #2 Best Read || [Rodrigo van Kampen Ana Lúcia Merege Victor Oliveira de Faria Jim Anotsu George Amaral Albarus Andreos Cristina Lasaitis Alex Leão], Trasgo: Ficção científica e fantasia #2, Rodrigo van Kampen Ana Lúcia Merege Victor Oliveira de Faria Jim Anotsu George Amaral Albarus Andreos Cristina Lasaitis Alex Leão, Trasgo Fic o cient fica e fantasia Bem vindos revista Trasgo uma revista de contos de fic o cient fica e fantasia Queremos trazer os melhores contos em l ngua portuguesa de autores novos e consagrados Por que Trasgo Trasgo uma criatura do folclore portugu s confundidos com duendes ou trolls Mas tamb m pode ser o nome de um planet ide distante lar de um nico ser vivo Uma maldi o que sai Trasgo: Ficção científica e fantasia #2 Best Read || [Rodrigo van Kampen Ana Lúcia Merege Victor Oliveira de Faria Jim Anotsu George Amaral Albarus Andreos Cristina Lasaitis Alex Leão] - Trasgo: Ficção científica e fantasia #2, Trasgo Fic o cient fica e fantasia Bem vindos revista Trasgo uma revista de contos de fic o cient fica e fantasia Queremos trazer os melhores contos em l ngua portuguesa de autores novos e consagrados Por que Trasgo Trasgo uma criatu
  • Trasgo: Ficção científica e fantasia #2 Best Read || [Rodrigo van Kampen Ana Lúcia Merege Victor Oliveira de Faria Jim Anotsu George Amaral Albarus Andreos Cristina Lasaitis Alex Leão]
    181 Rodrigo van Kampen Ana Lúcia Merege Victor Oliveira de Faria Jim Anotsu George Amaral Albarus Andreos Cristina Lasaitis Alex Leão
Trasgo: Ficção científica e fantasia #2

About Author

  1. Rodrigo van Kampen Ana Lúcia Merege Victor Oliveira de Faria Jim Anotsu George Amaral Albarus Andreos Cristina Lasaitis Alex Leão says:

    Rodrigo van Kampen escritor, editor da Revista Trasgo, redator publicit rio e foge de moto nos fins de semana J publicou em colet neas da Aqu rio, Draco e em publica es independentes Mora em Campinas com sua esposa e uma vira lata, escreve em viverdaescrita e pode ser encontrado no Twitter como rodrigovk.

One thought on “Trasgo: Ficção científica e fantasia #2

  1. Resenha do blog Sonhos, Imagina o Fantasia.Rosas Ana L cia Merege Narrado em terceira pessoa, Rosas come a de modo despretensioso A narrativa simples, mas ainda assim satisfat ria, nos enreda nas particularidades da rotina do professor, um homem ocupado e met dico, e de sua esposa Mildred, que cuida da casa e de suas rosas enquanto o professor passa a semana longe Aprendemos aos poucos sobre essas nuances enquanto um clima de mist rio constru do, ent o de repente chega o final, que surpreende co [...]


  2. 1 Rosas Ana L cia Merege 3 de 3 corujasUau Esse um daqueles contos que fazem voc usar essa interjei o Simplesmente porque o leitor n o v o que a autora est aprontando at o momento derradeiro Antes de mais nada preciso elogiar a escrita da Ana L cia Esse o terceiro conto que eu leio dela e acho que existem poucos autores com a clareza que ela possui ao nos apresentar os par grafos Ela pode nos oferecer uma hist ria de magia, uma aventura, uma alta fantasia ou este terror psicol gico Ali s, estou [...]


  3. A segunda edi o da Trasgo consegue manter o n vel de qualidade da primeira No seu conte do podemos assinalar uma diversidade de vozes que nos trazem o gosto ex tico de ler fic es fant sticas numa l ngua que, supostamente igual nossa, tem varia es suficientes ao que consideramos normal para que quase saiba a algo muito diferente Esse um dos pontos de interesse desta colect nea que nos chega do al m atl ntico Confesso que sabe bem ler FC e Fant stico de tom lus fono Como curiosidade, refira se que [...]


  4. Sempre percebo na Trasgo uma varia o na qualidade dos contos, entre o regular e o excelente Todas as hist rias ultrapassam a fronteira da boa escrita Nenhum texto faz feio Mas aquele algo mais, que torna a leitura marcante, s alguns autores conseguem alcan ar Nesta Trasgo n 2, destaco dois contos A Maldi o das Borboletas Negras, de Albarus Andreos, fala sobre o folclore nacional, numa mistura de ironia, tens o e gore Uma entidade da mata menos conhecida busca ter a mesma fama de outros seres len [...]


  5. Segunda edi o Novamente, os crit rios s o o mesmos A segunda edi o est de gra a, melhor conto, nota da revista Rosas Adorei a narra o Consegui enxergar todo aquele determinismo met dico T o bem feito que consegui mergulhar, perceber o mundo de pl stico e n o conseguir prever o final Muito, muito bom Cinco Bilh es CaraDesculpe, caro autor Mas os elementos de fic o cient fica s o grandes demais para um espa o t o curto N o consegui terminar Teve uma transi o muito veloz de personagens, veloz demai [...]


  6. O primeiro conto da revista, Rosas, de Ana L cia Merege, vai muito de encontro a um tipo de coisa que eu gosto muito reviravoltas que te fazem reler tudo Todo o clima constru do te leva numa dire o espec fica, a chegar um ponto em que voc fica esperando alguma coisa muito maluca acontecer E acontece, e terrivelmente bom Curti demais, ainda que tenha achado meio corrido em algumas partes.Confesso que fiquei meio perdido em Cinco Bilh es, de Victor Oliveira de Faria O cen rio incr vel, e me parece [...]


  7. Algo breve sobre cada um dos contos.Que dificuldade escrever sobre contos sem entregar tudo espero n o ter entregado nada.RosasAdorei o conto O clima vai sendo constru do de modo a n o entregar totalmente o final ao mesmo tempo em que vai nos levando a ele O casal de personagens t o met dico, que claro que aconteceria o que aconteceu.Cinco bilh esAchei meio confusas coisas que acho que deveria ter entendido Essa grandiosidade de mundo, ou de tempo, foi demais para um conto curto Gostei do conto, [...]


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *